Eira Velha
É já ali... Junto da estrada entre Portalegre e Marvão – Espanha.
Gostei do local pela graciosidade das casas com os telhados em escada, os carvalhos frondosos, castanheiros e oliveiras que me relembram no Alentejo, o local de serra da Beira Alta, onde nasci e passei os primeiros anos.
Num local arejado e altaneiro está uma “Eira Velha” empedrada onde imagino os antigos manguais a malhar o trigo e milho, o feijão e o grão de bico que a quinta fornecia.

A ribeira do “Afoga Asnos “ serpenteia pela quinta e passa por baixo da estrada nacional por uma ponte que vista dum lado ou de outro tem um enquadramento de vegetação e luminosidade harmoniosa. As águas correntes realçam nas pedras e paredes brancas arqueadas, a “obra de arte” como tecnicamente chamam às pontes.